Grey’s Anatomy (7.17) – This is how we do it

Depois de um interregno sem episódios, Grey’s está de volta. Confesso que o episódio não me entusiasmou grandemente, mas pelo menos serviu para criar grandes expectativas para o próximo episódio que promete muito drama e emoção. E sendo Grey’s perita nisso é de esperar um óptimo episódio, mas já lá iremos. O episódio começa onde o outro terminou, dando destaque ao relacionamento entre Lexie e Avery, bem como ao desenvolvimento da história de Adele. Comecemos pelos relacionamentos, depois de criada a possibilidade evidente de relacionamento entre Lexie e Avery, esta foi consumada no episódio passado. Neste o papel de Lexie foi simplesmente monótono, ora fosse na lavandaria ora no sofá. Avery por seu turno ainda conseguiu ter mais algum destaque, participando no início do estudo clínico de Webber. 

E por falar em Webber este finalmente resolve enfrentar os problemas e deixar de atirar areia para os próprios olhos, pedindo assim ajuda a Derek, que confirma o pior cenário. Adele tem mesmo Alzheimer, mas esta recusa-se a aceitar tal diagnóstico. Webber no entanto não desiste de a colocar no ensaio clínico de Derek, tentando salvar a mulher de um triste fim. Webber que numa atitude um pouco repentina, de modo a conseguir convencer Derek a ajudar Adele, resolve avançar com o ensaio clínico mesmo antes de receber o aval da FDA. No fim recebe o aval da FDA e consegue salvar a doente. Derek por ser lado mostra-se relutante a essa hipótese, mas devido à desistência de um doente resolve fazer o teste a Adele. Durante o teste é notório o desespero de Webber, mas também a angústia de Meredith e Derek que no fundo imaginam o que será se num futuro estiverem na mesma situação. No fim Adele fica fora dos critérios exigidos para o ensaio clínico, no entanto fica a dúvida se Derek irá mesmo incluída ou não.

Outro caso clínico foi o de Henry que apresenta uma massa perto do coração, motivo suficiente para levar Teddy a representar o papel de mulher preocupada, ou muito me engano ou será a repetição do caso de Denny Duquette, para já Teddy recusa assumir tais sentimentos. E como Grey’s não vive sem relacionamentos, se por um lado Karev e Lucy avançam, April resolve colocar uns travões nos avanços de Stark. Ainda tivemos tempo para um chá de bebe, que serviu para pelo menos rir um pouco. Mas falemos então da parte final do episódio, duas das personagens mais queridas do público irão enfrentar muito drama no próximo episódio. Confesso que sempre gostei de Arizona e Callie mas esta história da gravidez estava a tornar o casal um pouco monótono e repetitivo, portanto um drama um pouco pesado para movimentar a série veio mesmo a calhar. Portanto espero com grandes expectativas o próximo episódio.

Nota: 7,7

Originalmente publicado em: Portal de Séries

Anúncios

Sobre Filipa Silva
Comecei esta aventura de escrever já a alguns aninhos atrás ainda no antigo Portal de Séries e a verdade é que o que inicialmente era visto como um pequeno hobbie foi ganhando o seu lugar próprio. A primeira série que tive o privilégio de seguir religiosamente foi MacGyver, e a partir daí muitas outras se seguiram. Para além de MacGyver, séries como Friday Night Lights, Lost, Prison Break e Chuck fazem parte do meu baú de recordações. Atualmente e devido a alguma falta de tempo são poucas as séries que tenho o privilégio de seguir, mas a eterna Grey’s, TVD, OUAT fazem parte das escolhas. Para além das séries e da escrita outra das minhas paixões é o desporto e viajar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: