Lista: As minhas 5 personagens…

Ontem saiu as minhas 5 séries teens, hoje estou de volta com 5 personagens que recordo com carinho, mas cujo tempo já passou. Spoilers!!!

Eric Taylor (FNL) – Enfim quem lê os meus artigos sabe que Friday Night Lights é o meu bebe, a minha série de eleição. Logo não é de admirar que Eric Taylor seja consequentemente uma das minhas personagens favoritas. Podia escolher outra das inúmeros personagens bem construídas e envolventes da série, mas a verdade é que pelo seu destaque, pela sua importância e brilhante interpretação, Eric Taylor merece a colocação. Para mim juntamente com Tammy foram a alma da série. Uma das características mais marcantes de Eric era a sua capacidade de motivar e revelar o melhor em cada um. Dono de um discurso irrepreensível, Eric é o pai, o marido, o amigo, o treinador que todos nós gostaríamos de ter. Um dos melhores momentos, foi a discussão e a desilusão evidente na cara, nas expressões, nas palavras de Eric quando descobre o caso amoroso de Julie com um professor. Estou curiosa para ver novamente Kyle Chandler em acção, mas para mim ele será sempre um Taylor.

Ler mais deste artigo

Lista: As minhas 5 séries teens…

Aqui inicio uma nova gama de listas, em que serão colocados geralmente 5 items marcantes de alguma maneira. A primeira lista a sair é sobre séries teens que por um ou outro motivo acompanhei ao longo da sua existência e marcaram de certa maneira.

Dawson’s Creek– Ora aqui está uma das primeiras séries teens que segui regularmente quando a televisão portuguesa se dava ao trabalho de dar séries interessantes, a horas decentes nos maravilhosos meses de verão. Dawson’s caracterizava-se pela amizade e por alguma rivalidade na disputa pelo amor de Joey, a verdade é que no fim Pacey saiu vencedor. Na altura fazia parte da minha lista de séries favoritas, era recheada de dramas adolescentes e sendo eu uma adolescente na altura nada melhor que me deliciar com as aventuras alheias. A série seguiu o trajecto de Pacey, Joey, Dawson e companhia até aos tempos de faculdade e posteriormente na procura do primeiro emprego. Ao contrário de outras, Dawson’s Creek optou por não pular o tempo de faculdade, e nessa altura os três amigos encontravam-se separados permitindo o desenvolvimento e aparecimento de novas personagens. Embora muitos questionem essa opção eu até acabei por gostar dessa decisão. Em termos de números contou com 6 temporadas, com um total de 128 episódios. Devo destacar no episódio derradeiro uma cena que me marcou, a despedida de Jen. Ler mais deste artigo

Vídeo da Semana – 14/02/11

E porque estamos no dia dos namorados, nada melhor do que selecionar um video do meu casal favorito das séries, sem dúvida um casal inspirador. Demonstrando aquilo em que o verdadeiro amor se deve basear. Os Taylores foram a alma de Friday Night Lights.

Friday Night Lights (5.13) – Always

E como em tudo na vida, o final tem de chegar um dia, e o de Friday Night Lights chegou esta semana. Durante anos sofremos com o possível cancelamento prematuro da série, deixando-nos com um final aberto, esses receios não se confirmaram, e os fiéis fãs da série tiveram o final merecido, vibrante, emocionante, nostálgico, bem construído, e acima de tudo à altura da série e da qualidade que demonstrou ao longo das cinco temporadas. É com um misto de emoções que me despeço da série, por um lado um pesar por saber que irei sentir saudades da série e das suas personagens, por outro lado um prazer enorme por ter a oportunidade de seguir esta série ao longo destas cinco temporadas. Mas falemos então do episódio da despedida, o tão aguardo jogo está aí à porta, o jogo da vida de muitos dos jogadores, o jogo onde tudo se irá decidir, um jogo que pode mudar a vida de muitos. Os rumores continuam, com a proposta que a super team fez, será que o Coach irá ceder e voltar novamente aos Panthers? O futuro de alguns jogadores continua ainda por decidir, com Tinker a liderar o grupo, receando ser este o seu último jogo de futebol. Ler mais deste artigo

Vídeo da Semana – 12/02/211

Goodbye Friday Night Light!!! I’m gona miss this 45 minutes!! Clear eyes, Full hearts, Can’t loose!

Friday Night Lights- Resumo 5.03-5.05

Nestes últimos episódios houve um assunto que esteve em especial destaque: a relação entre pai e filho. Vincent reage muito mal à libertação do pai e à sua estadia juntamente com a reconciliação entre este e a sua mãe. Vincent está magoado, revoltado e com medo de um passado recente em que sozinho teve de lutar para tirar a mãe das drogas, em que teve de assumir a liderança de uma casa à beira do abismo. Por isso o perdão não vai ser fácil, mas depois de uma confrontação inicial nada fácil, a relação chegou agora a um meio-termo, em que a convivência é possível, mas com um longo caminho a percorrer para ganhar a confiança. Outra relação que inicialmente enfrentou graves atritos foi a de Buddy Jr e o pai, mas o futebol parece ter ajudado a relação destes dois a também encontrar um meio-termo. Outra relação, mas esta vingou num sentido oposto é a de Becky e o pai, que ao que tudo indica terminou com a despedida do pai e madrasta. Neste último episódio o grande destaque foi o jogo, depois de num passado ainda recente a equipa ter desistido ao intervalo, as lembranças ainda estão frescas na equipa e um sentido de vingança também. O jogo começa com muitas faltas e provocações, e isso é uma constante ao longo do jogo, a vitória pertenceu aos Lions, mas algo se perdeu no caminho para atingi-la. Quem também se perdeu no caminho foi Julie, que se envolve com o professor casado e agora ve a mulher deste humilha-la na faculdade. Um regresso ao lar querido acontece, será interessante ver a interacção na casa dos Taylors com a vinda de Julie. Episódios consistentes e ao nível que esta grande série já nos habitou.

Nota: 8,7

Friday Night Lights 5.01 e 5.02

Está de volta a minha grande paixão no mundo das séries, Friday Night Lights, para esta que será a sua última temporada que se espera grandiosa. O primeiro episódio desta quinta temporada foi introdutório, Tami começa as suas funções como nova conselheira na escola de East Dillon e as coisas não estão fáceis para ela, para além de enfrentar alunos problemáticos ainda se depara com a animosidade dos colegas de trabalho, mas Tami arregaça as mangas e consegue dar algumas cartas. Para Eric as coisas começam bem como uma vitória, mas isso vai sair caro a Luke que acaba por ser suspenso. Tivemos ainda a despedida de Julie e Landry, muito emotiva por sinal. Julie que agora começa uma nova fase, com uma adaptação inicial difícil e um possível envolvimento amoroso em perspectiva. Posso dizer que Friday Night Lights conseguiu dois bons episódios, muito consistentes para aquilo à que a série nos habitou.

Nota: 8: 5